A alergia ao látex é um problema grave que afeta uma proporção significativa da população mundial. No entanto, é mais comum em pessoas regularmente expostas a produtos de látex, tais como os trabalhadores do setor da saúde, os mecânicos e os profissionais de limpeza. Pessoas com eczemas ou outras alergias como a febre dos fenos ou a alergia aos frutos secos tem também maior probabilidade de sofrer de alergia ao látex. 

A marca Hansaplast esforça-se continuamente para alargar a sua gama de produtos e embalagens com 0% látex. A partir de 2021, a maior parte da gama Hansaplast será genuinamente isenta de látex. Esta mudança coloca a Hansaplast na vanguarda dos produtos genuinamente isentos de látex.

O que é o látex? Porque é que o látex causa reações alérgicas?

O termo "látex" refere-se à borracha natural, um material fabricado a partir de um líquido branco leitoso da árvore da borracha, Hevea brasiliensis. Os materiais de látex são utilizados numa ampla gama de objetos de uso diário, que vão desde os elásticos e balões até às chuchas e aos preservativos - e também em muitos pensos e ligaduras.

Existem dois tipos de alergia ao látex: tipo I e tipo IV. 

Duas raparigas sentadas num relvado
Os cortes e os arranhões acontecem - O escudo das bactérias dos pensos Hansaplast proporciona uma proteção eficaz das feridas.
  • Se alguém com alergia ao látex do tipo I entrar em contacto com o material, poderá ocorrer imediatamente uma reação alérgica grave, que pode ir da urticária de contacto (inchaço e vermelhidão localizados, semelhantes à reação a uma picada de abelha) e prurido extremo a sintomas semelhantes à asma, uma sensação de aperto no peito e, nos casos mais graves, anafilaxia.
  • O tipo IV é a forma mais comum, e bastante menos grave, da alergia ao látex. Manifesta-se geralmente como dermatite de contacto, com sintomas que se iniciam 12 a 48 horas após o contacto com a pele.

As alergias ao látex são mais comuns em pessoas que já sofram de outras alergias como a febre dos fenos e alergias a determinados frutos frescos ou secos. Contudo, a alergia ao látex do tipo IV pode progredir para uma do tipo I após uma exposição prolongada ou repetida. Por isso, as pessoas que usam equipamento de proteção individual (EPI) contendo látex têm maior probabilidade de desenvolver uma alergia ao látex.

As alergias ao látex exigem um diagnóstico correto, particularmente tendo em conta os sintomas potencialmente graves, ou até mortais. Caso pense que possa ter alergia ao látex, deverá consultar o seu médico que poderá realizar um teste de punção cutânea ou colher uma amostra de sangue para exame (ou ambos). As pessoas com alergia ao látex podem, ainda assim, ter uma vida perfeitamente normal, mas terão de tomar precauções especiais para evitar o contacto com o material.

Voltar ao topo

Factos sobre os produtos sem látex da Hansaplast

A sustentabilidade é um tema de especial interesse e preocupação nos dias de hoje. Como parte das nossas medidas nesse domínio, esforçamo-nos por ser transparentes, divulgando informações exaustivas sobre a segurança dos ingredientes que utilizamos e a compatibilidade ambiental das nossas fórmulas e embalagens. Além de nos empenharmos na transparência, pretendemos informar, inspirar e envolver os consumidores nas nossas medidas e iniciativas em matéria de sustentabilidade.

Simon Van Leeuwen, Diretor do Laboratório de Cuidados de Saúde, no laboratório
O nosso diretor do Laboratório de Cuidados de Saúde, Simon Van Leeuwen.

Poderá ter uma surpresa quando souber que os produtos sem látex não são sempre fornecidos em embalagens isentas desse material. Tal significa que, embora os produtos propriamente ditos sejam seguros, quem tiver alergia ao látex pode mesmo assim sofrer uma reação alérgica ao manusear a embalagem. Por exemplo, o pack e a película amovível de proteção de alguns pensos "sem látex" continuam a conter o material. Na marca Hansaplast, esforçamo-nos por tornar os nossos produtos genuinamente isentos de látex, o que inclui tanto o produto propriamente dito como as embalagem que o contém.

Mesmo se não considerarmos os temas relacionados com alergias, a remoção do látex dos nossos produtos e embalagens é benéfica para o ambiente. O cultivo comercial da árvore da borracha é frequentemente inimigo do ambiente e envolve o uso de pesticidas. É também necessário muito espaço para acomodar as árvores de grandes dimensões. 

De 2021 em diante, a maior parte dos produtos e embalagens da Hansaplast não conterá látex. Prosseguimos também com os nossos esforços para reduzir e eliminar o uso de látex em toda a nossa gama de produtos. Com esses compromissos e a implementação destas mudanças, a Hansaplast está a assumir a vanguarda em matéria de produtos genuinamente isentos de látex.

 

 

Os nossos produtos com 0% de látex previnem o risco de alergia associado.
Voltar ao topo

Consulte sempre um médico se a ferida for profunda, sangrar abundantemente ou mostrar sinais de estar infectada, tais como vermelhidão, inflamação ou subida da temperatura da pele na zona lesionada.

Tenha em atenção que, embora tenham sido coligidos com grande cuidado, os conselhos e sugestões dados neste website não substituem de forma alguma o aconselhamento e tratamento médicos. Se tem, ou suspeita ter, um problema de saúde, consulte um médico e siga os respetivos conselhos independentemente do que aprendeu neste website.

Leia e siga cuidadosamente as instruções de utilização ou os folhetos dos nossos produtos. Para obter mais informações sobre os nossos produtos, contacte-nos por e-mail através do endereço Contact.lisbon@beiersdorf.com.

Pensos sem látex| Hansaplast

Graças aos pensos sem látex da Hansaplast, quem tiver alergia a este material pode continuar a beneficiar de um nível superior de proteção das feridas.